terça-feira, 10 de setembro de 2013

5 Dilemas morais - O que você faria?

Caro leitor do Dossiê, o post de hoje é interativo. Aqui serão propostas 5 situações e você deve responder o que faria. Quero saber como a mente de vocês funciona. Lembrando que não vale propor uma solução inviável ou surreal. Você tem que tomar a decisão apenas com os elementos fornecidos pela situação. Clique em CONTINUE LENDO, leia e se torture...


1. O Campo de Concentração


Você é um dos prisioneiros em um campo de concentração. Um sádico guarda está prestes a enforcar seu filho que tentou escapar e quer que você puxe a cadeira abaixo dele. Ele diz que se você não puxar a cadeira, ele irá matar, não apenas seu filho, mas também alguma outra pessoa inocente no campo de concentração. Você não tem dúvida alguma que ele fará isso.
O que você faria?

2. Spam

Você é o administrador de rede de uma grande empresa. Você tem uma família jovem e precisa do seu trabalho para sustentá-los. Como parte de sua responsabilidade como administrador de rede é monitorar os e-mails da empresa. Geralmente isso significa apenas permitir alguns e-mails de membros da equipe que foram para a caixa de spam acidentalmente.
Um dia você recebe um pedido de um membro da equipe solicitando que um e-mail seja liberado. Normalmente é um procedimento padrão, exceto que dessa vez o pedido vem da esposa de um dos seus melhores amigos. Você reconhece o nome no pedido e rapidamente tenta resolver o problema. Como parte do procedimento você precisa abrir manualmente o e-mail e se certificar de que realmente não é spam, então você abre e descobre que realmente não é um spam. Você descobre que é um e-mail da esposa do seu amigo, para o amante dela. Você verifica o restante do e-mail e não há dúvida que ela estava tendo um caso há algum tempo.
Você libera o e-mail, mas não consegue decidir o que fazer. Sua reação inicial é chamar o seu amigo e contá-lo sobre o e-mail. Entretanto, você rapidamente se lembra que a política da empresa é muito rigorosa quanto a revelar o conteúdo de e-mails confidenciais a funcionários, independentemente do conteúdo e, menos que a vida de alguém esteja em perigo imediato, sob circunstância alguma você está permitido revelar a informação.
Em qualquer caso, você sabe que revelar essa informação apresenta grande risco, porque, mesmo se você não o fizer diretamente há uma grande chance de que os pontos irão se juntar até chegar em você. No entanto, não revelar ao seu amigo faria com que sua esposa continuasse no adultério, enganando seu melhor amigo.
O que você faria?

3. A Mulher Grávida

Uma mulher grávida que lidera um grupo de pessoas em uma caverna em uma costa está presa na boca da caverna. Em pouco tempo a maré irá subir, ficando acima deles, exceto se a mulher se soltar. Assim, todos morreram afogados, menos a mulher, pois ela está apenas com a cabeça para fora da caverna. Felizmente (ou infelizmente), alguém tem uma banana de dinamite. Não há outra maneira de soltar a mulher grávida a não ser usando a dinamite que ira inevitavelmente matá-la. Porém se não usá-la, todo o grupo irá morrer.
O que eles devem fazer?

4. Porte de Drogas.

Você está de férias em Bali com seu filho de 16 anos e sua esposa. Vocês estavam lá há uma semana e já estão prontos para voltar. Vocês estão prontos para entrar no avião quando um policial se aproxima com um cão farejador. Você se preocupa pois sabe que seu filho tem o costume de fumar maconha escondido, mas não acha que ele seria tão idiota de trazer com ele para o avião. Você percebe o nervosismo do seu filho a cada passo do policial. O cão farejador indica algo de errado na mala de seu filho. O policial então pede para que vocês a abram. Você e sua esposa ficam pálidos ao perceber que há uma pequena quantidade de maconha na mala de seu filho. Então vocês lembram que estão em Bali, onde existe uma política de tolerância zero contra drogas, seu filho pode sofrer prisão perpétua, ou pior, ser condenado a morte. O policial então pergunta de quem é a mala. Pelo canto do olho você vê o movimento tímido de sua esposa pronta para dizer que a mala é dela.
O que você faria?

5. O Louco e a Bomba.

Você é um policial e acaba de capturar um louco acusado de colocar bombas em locais públicos. Seus crimes já causaram as mortes de centenas de pessoas. Porém antes de ser preso, ele já havia colocado uma bomba em um local cujo qual ele se nega a revelar. Seu parceiro sugere que vocês o torturem para que ele fale. Porém ele é um louco e jamais falaria sob qualquer tipo de dor física, simplesmente pelo prazer de ver as pessoas morrerem. Seu parceiro então dá uma segunda sugestão, o ponto fraco do louco... Sua esposa. A única forma de fazer o homem falar seria torturando a esposa dele em sua frente. A mulher não faz ideia que seu marido é um assassino. A única forma de salvar centenas de vida seria torturando uma mulher inocente.
O que você faria?


Não esqueça de compartilhar as decisões que tomaria nos comentários, e claro, o porque.

Comentários
12 Comentários

12 comentários:

  1. Na 1 eu fiquei muito indecisa, e decidi nao puxar a cadeira. Também nao falaria nada pro meu amigo. Usaria a dinamite. Falaria que a mala é minha e torturaria a mulher.

    ResponderExcluir
  2. Ñ puxaria a cadeira de forma alguma. Contaria para meu amigo, não acenderia a dinamite///ñ sei se impediria alguém de acender///, falaria q a mala é minha e torturaria a mulher///mas só de levezinho...///

    ResponderExcluir
  3. 1-puxaria a cadeira
    2-contaria tudo p meu amigo
    3-acender a dinamite
    4-falaria q a mala é minha
    5-torturaria a mulher

    ResponderExcluir
  4. *
    1-puxaria a cadeira 
    2-contaria tudo p meu amigo
    3-acender a dinamite
    4-falaria q a mala é do meu filho e na
    5-torturaria a mulher

    ResponderExcluir
  5. 1- Puxaria a cadeira, pois assim pouparia um número maior de vitimas.
    2- Não contaria nada para meu amigo, porque se contasse, estaria ferrada, Mas se ele descobrisse sozinho, explicaria que estava impossibilitada.
    3- Acenderia a dinamite, pois pouparia um número maior de pessoas, como no 1º dilema, e também porque eu não me simpatizo muito com mulheres grávidas.
    4- Falaria que a mala é do meu filho porque ele foi burro e porque a esposa não tem culpa (pelo menos não diretamente) do fato de ele ser burro.
    5- Não torturaria a mulher porque há outros modos para se descobrir uma bomba.

    ResponderExcluir
  6. 1- Eu não faria nada, apenas tremeria...
    2- Eu não contaria para o meu amigo... Isso é um problema que ele descobriria mais cedo ou mais tarde...
    3- Eu mataria a mulher, só para fazer um double kill (ela e o bebê), em vez de matar todos os sobrevifventes
    4- Eu falaria que a mala é do meu filho, pois se ele trouxe droga a responsavbilidade é dele, embora eu tentasse esclarecer a situação depois.
    5- Eu achei essa bem difícil, mas eu torturaria a mulher, mesmo que cheio de remorso

    ResponderExcluir
  7. 1 - Não puxaria a cadeira, matando meu filho ou não, ele mataria os inocentes mesmo assim, afinal é um campo de extermínio.
    2 - Não revelaria o e-mail, mesmo sendo o responsável.
    3 - Na minha opinião eles deveriam fazer o parto da mulher, talvez assim ela ficasse menor e não ficaria mais presa.
    4 - Espero pra ver que tipo de resposta ela daria e dependendo da mesma eu assumiria a mala.
    5 - Traria a mulher na presença dele, sei lá, talvez a bomba esteja no local e ele acabe revelando kkk

    ResponderExcluir
  8. nenhum inocente deve sofrer por outros em hipotese alguma,mas :
    1 puxaria a cadeira. depois, enforcaria o guarda com minhas próprias mãos:
    2 contaria a ele. ser corno deve doer...
    3 empurraria a grávida com toda a minha força.. só morreria o bb
    4 contava que era dele.nenhum inocente deve sofrer por outros em hipotese alguma
    5 contaria a ele que não torturaria ela, mais não impediria se meu parceiro o fisesse.e diria que meu parceiro é maniaco sexual.

    ResponderExcluir
  9. 1 puxaria a cadeira - ninguém mandou fugir
    2 contaria - ninguém merece ser enganado
    3 não acenderia - nunca mais ia dormir pensando nela e no nenem
    4 eu falaria q era minha e depois fugia estilo breaking bad
    5 torturava - ele fez tantas pessoas sofrerem agr seria a vez dele.

    ResponderExcluir
  10. Não puxaria a cadeira, não contaria ao meu amigo pois ele vai saber uma hora, acenderia pois outros não devem morrer por causa de uma pessoa que não se preservou, se eu soubesse que meu filho fumasse maconha ele não ia nem conseguir andar de tanta porrada que eu ia dar nele por isso acho improvável, eu iria apenas ameaçar torturar a mulher fazendo assim ele falar e caso não falasse eu aí sim iria tortura-la.

    ResponderExcluir
  11. Não puxaria a cadeira, não contaria ao meu amigo pois ele vai saber uma hora, acenderia pois outros não devem morrer por causa de uma pessoa que não se preservou, se eu soubesse que meu filho fumasse maconha ele não ia nem conseguir andar de tanta porrada que eu ia dar nele por isso acho improvável, eu iria apenas ameaçar torturar a mulher fazendo assim ele falar e caso não falasse eu aí sim iria tortura-la.

    ResponderExcluir

Comente. É de graça e ajuda o moderador a criar conteúdo de qualidade para você. Todo mundo sai ganhando.